P2_Marca_FINAL_VersaoNegativa_Vertical.p
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone LinkedIn
Buscar
  • Caroline Costa

Como cultivar e colocar uma mentalidade empreendedora em prática no dia a dia?


Quando falamos de empreendedorismo, muita gente acha que o termo se refere apenas ao mundo dos negócios, como se o ato de empreender estivesse sempre necessariamente atrelado ao campo profissional. Na verdade, a ideia de empreender é bem mais ampla do que isto, e vai muito além das definições superficiais ligadas a uma escolha de carreira.



No dicionário, “empreender” aparece como um verbo relacionado à realização de uma tarefa difícil e trabalhosa; e também à experimentação; à criação; à superação de obstáculos. E é justamente isso: empreender é superar obstáculos, sejam eles quais forem. Uma mãe que assume a tarefa de educar seus filhos, por exemplo, está constantemente se desafiando a encontrar soluções inovadoras no dia a dia - isto é empreender. Uma criança que está aprendendo a andar precisa encarar as quedas, superando suas próprias limitações - isto também é empreender.




A melhor definição para um empreendedor, então, é a de um solucionador de problemas:


Alguém que arregaça as mangas e cria novas formas de resolver os desafios que se apresentam. Como mentora de negócios e de pessoas, posso afirmar que a primeira grande lição que deve estar na mente de qualquer empreendedor - na esfera profissional ou em qualquer outra que traga desafios - é saber que os erros fazem parte do processo, mas que repetir sempre as mesmas falhas indica falta de preparo. É o caso, por exemplo, do empreendedor que está há anos sem tirar férias, insistindo no erro de acreditar que, por ser dono de sua empresa, deve assumir um papel de super-herói invencível; como se, em sua ausência, a empresa fosse desabar.


A cultura do empreendedor-herói tem muito a ver com os caprichos do ego e com o medo de perder o posto de solucionador de todo e qualquer problema dentro da empresa. Cultivar uma mentalidade empreendedora também significa conhecer suas limitações e delegar tarefas para outros colaboradores, sem sentir-se na obrigação de resolver tudo sozinho. É saber que compartilhar, perguntar e pedir ajuda são ações saudáveis e produtivas, independente da posição hierárquica em que você se encontra.





Quando assumimos o papel de líder, precisamos estar dispostos a treinar profissionais para que sejam tão bons ou melhores do que nós mesmos, sem insegurança ou competitividade que atrase o crescimento da equipe.

Isso significa que é preciso desconstruir o conceito do empresário escravo do sucesso; aquele que monopoliza as decisões e retém para si todo o conhecimento necessário para que o negócio se desenvolva.


Sempre gosto de citar um ensinamento de Flávio Augusto da Silva, fundador da empresa Wise Up e referência em empreendedorismo brasileiro: em seus livros e palestras, ele afirma que existem três aspectos que devem ser desenvolvidos por aqueles que desejam empreender com sucesso. O primeiro deles é a visão, ou seja, treinar a habilidade de estar sempre olhando para frente, observando as mudanças no mercado e detectando novas oportunidades. O segundo é a coragem, já que qualquer empreendedor precisa assumir riscos ao optar por uma carreira repleta de caminhos incertos; e o terceiro é a competência, ou seja, a obtenção do conhecimento necessário para atingir aquilo a que se propõe. Aprender a ser um empresário profissional. Essa é a proposta da Faculdade do Dono.





Em relação a este último tópico - competência -, a mentalidade empreendedora é aquela que irá diferenciar os que terão o ímpeto de correr atrás do aprendizado, investindo em cursos, treinamentos e experiências práticas que possibilitem uma potencialização de suas habilidades.


Quando fundei a Potencial Pleno, precisei estudar muito sobre a formação de conhecimento para adultos, saindo completamente de minha zona de conforto como profissional. Encarar este desafio foi uma oportunidade de expandir meu campo de atuação e atingir excelência naquilo que eu estava me propondo a fazer, desenvolvendo capacidades que refletem minha atuação como profissional ainda hoje.


Por tudo isso, é muito importante ressaltar sempre que qualquer pessoa é capaz de empreender, seja na esfera dos negócios ou na resolução dos problemas cotidianos: basta arregaçar as mangas e trabalhar para desenvolver as habilidades que se tornarão suas principais aliadas nesta jornada. A mentalidade empreendedora é, na verdade, um conjunto de modos de agir e pensar que visa nos levar cada vez mais longe, sempre com inovação, criatividade e estratégia para superar obstáculos e solucionar todo tipo de adversidade.


-




16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo